Menu
MEDITAÇÃO DO SILÊNCIO
17/02/2017 - 10h14 em Espiritualidade

100 MINUTOS DE SILÊNCIO!

Prezado amigo, saudações fraternais.

Convidamos você para conhecer a

Meditação do Silêncio.

APRESENTAÇÃO

          Nestes dias cada vez mais agitados, nervosos e tensos, nos quais muitos falam e poucos escutam, é hora de fazermos uma pausa, um intervalo, uma grande, profunda e sincera reflexão. De certa forma, o mundo está febril. A observação de um mestre, então, se torna consistente: "O silêncio é pausa que refresca."

 

OBJETIVO

          O objetivo da meditação dos 100 Minutos de Silêncio é contribuir para desacelerar a velocidade do mundo em que giramos e baixar a temperatura mental em momentos cruciais como em que estamos vivendo.

 

COMO

          Efetuando meditações de 10 minutos cada uma durante 10 dias. Acredite, a paz do mundo só pode ser obtida pelo somatório da paz individual de cada ser humano. Esses 10 minutos diários serão extremamente benéficos para a paz mundial e contribuirão para o restabelecimento da harmonia geral.

          Fuja da rotina, mas não faça nada por obrigação. Se você acha que 10 minutos é demais, lembre-se de que cada dia possui 24 horas de 60 minutos, totalizando, portanto, 1.440 minutos. Assim entendido, destinar 10 minutos do seu tempo diariamente para a Meditação do Silêncio é muito pouco, considerando os benefícios decorrentes não só para o seu bem estar e saúde mental quanto para ajudar na harmonia geral de todo o planeta.

 

DE QUE MANEIRA

          Trabalhando melhor a sintonia entre a voz da consciência e a mente. Não se preocupe, por ora, com as vicissitudes do mundo exterior. No silêncio podemos encontrar nossa paz interior, compreender melhor nossa condição divina e assim ajudar pessoas a serenarem. Mudanças são necessárias. A renovação é absolutamente saudável, ainda que, às vezes, não possamos entender os motivos de inúmeros acontecimentos bruscos. Enquanto isto, faça sua meditação com o firme propósito de tranquilizar suas inquietudes, serenar sua alma e cultivar o espírito de fraternidade.

 

PALAVRAS-CHAVE PARA REFLEXÃO

          Procure meditar nas virtudes abaixo:

 

FRATERNIDADE 

   Amor, afeto, irmandade, respeito, tolerância

PERFEIÇÃO             

   Justiça, glória, exaltação

SERENIDADE     

   Doçura, quietude, sabedoria

SÍNTESE                  

   Concentração, atração      

UNIDADE                 

   Harmonia, conexão, sintonia

 

INSTRUÇÕES

          A meditação pode ser feita em qualquer época, não havendo, pois, data fixa para iniciar nem horário determinado, cabendo a cada pessoa estabelecer o mais adequado para si.

          Respeitados os compromissos particulares assumidos, vamos realizar um retiro interno, alicerçados nas virtudes da fé, da esperança e da alegria. Para tanto, retire-se mentalmente do seu mundo pessoal, isto é, dê um tempo aos seus afazeres cotidianos, tais como celular, internet, televisão, leituras, lazer ou contato com outras pessoas. É necessário estar só. Absolutamente só durante as meditações.

          Procure um lugar tranquilo onde nada nem ninguém possa atrapalhar sua meditação. Se você não tiver um lugar mais adequado, pegue uma cadeira o mais confortável possível e medite até mesmo no banheiro. Melhor ainda se houver espaço dentro do box onde você toma banho, porque simboliza o lugar onde você se limpa e se purifica diariamente.

          Sente-se confortavelmente e fique olhando para um ponto qualquer na parede para facilitar sua concentração. Se facilitar, cole um pedaço de fita crepe com um ponto central ou use um lápis para marcar o seu ponto de atenção. Procure não pensar em nada. Desligue (ou coloque no modo silencioso) celular, telefone, tv ou outros aparelhos, de modo a ficar protegido do mundo exterior. Todo lugar se torna sagrado quando nossas intenções são sinceras.

          Se sua mente se distrair não tem importância, porque isto faz parte dos tempos atuais, tanto que alguns desaprenderam e outros ainda desconhecem o valor do silêncio. De tanto barulho, de tantas agitações e tantos apelos do mundo exterior, cada vez mais nossa mente está entulhada de lixo e precisa ser arejada. Com isto, precisamos reorientar nosso modo de vida, desalojando o que está estagnado ou distorcido. Precisamos fazer uma faxina e descobrir como é bom ficar em silêncio!

 

CUIDADOS ESPECIAIS

          Pare com tudo. Deixe a voz do silêncio fluir, como tantos mestres ensinaram. Durante esses períodos procure não deixar vir à tona eventuais emoções, ressentimentos, preocupações ou ansiedades. Abandone os apelos do mundo exterior, mantendo-se firme mentalmente. Torne sagrados esses 10 minutos de retiro.

          Durante os 10 dias procure policiar sua mente e não se deixe envolver por debates acalorados com outras pessoas, sensacionalismos ou negativismos veiculados diariamente pela mídia e redes sociais, que produzem alterações de humor e só alimentam mais preocupações, angústias e incertezas. Seja seletivo em suas conversas, mesmo com amigos ou até mesmo com familiares.

 

OBSERVAÇÕES

          Não é preciso fazer nenhum tipo de oração. A prece mais profunda é aquela que é feita no silêncio absoluto, quando conseguimos atingir nosso templo interno.

          Mesmo que você pratique alguma religião ou fraternidade, lembramos que esta meditação não é exclusiva de nenhuma ideologia ou instituição. Daí seu caráter universal e atemporal. Esse retiro ajudará a colocar as coisas em ordem, exigindo que a mente se acalme e as emoções se harmonizem. É como entrar num grande oásis interno - faz a alma serenar e dissipar ansiedades, inquietudes e incertezas, que são a origem de muitos medos e temores.

 

CONTROLE

          Se você quiser facilitar o controle das meditações realizadas, marque com um xis os dias na tabela abaixo:

 

1ª meditação

2ª meditação

meditação

4ª    meditação

5ª    meditação

6ª meditação

7ª    meditação

8ª    meditação

9ª    meditação

10ª    meditação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSAGEM FINAL

          Tenha persistência. Não se amargure nem desanime se sua mente procurar escapar. Quando isto acontecer, retorne ao ponto no qual estava, ao eixo central dentro de você. Lembre-se de que a mente ocidental ainda é nervosa, rebelde e impaciente. Aliás, nós, ocidentais, não temos a mesma disciplina dos orientais, fruto de milênios de prática meditativa.

          Dependendo do seu envolvimento na prática desse retiro e dos benefícios obtidos - alegria interior, satisfação, descanso mental, descoberta de novos sentimentos, sintonia interna, despertar da consciência cósmica -, você poderá continuar as meditações pelo tempo que desejar.

 

OBSERVAÇÃO

 

       O presente texto é livre para impressão e pode ser compartilhado com outras pessoas.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!